fbpx
Paula Garcia fala sobre as novidades da Elo Company
  • 03
  • 06
Paula Garcia fala sobre as novidades da Elo Company

Artigo publicado na Thunder Wave em 31 de maio de 2022

Paula Garcia, head de produção da Elo Company, fala sobre os próximos trabalhos da empresa e parcerias.

 

O mercado de eventos, principalmente do audiovisual, está retornando com toda a sua carga no presencial. Depois de ter praticamente parado, mas ainda assim mantido formatos como o online, o Rio2C deste ano foi um alento para aqueles que buscam por novidades em um dos eventos de criação e inovação mais aguardados do Brasil.

Com a presença de diversas produtoras, como a Elo Company, com quem conversamos, o Rio2C mostrou-se o local para que muitas pessoas pudessem rever seus contatos, conhecer alguns outros que foram feitos apenas a distância devido a pandemia e principalmente estreitar negócios.

Confira o bate papo com a Paula Garcia, head de produção da Elo Company, que falou sobre os próximos trabalhos da empresa neste e próximo semestre, além de suas parcerias.

 

1. QUAL É O FOCO DA ELO NA RIO2C 2022?

Paula Garcia: Viemos para o Rio2C com várias pessoas e departamentos da Elo. Eu como head de produção, vim buscar novos projetos e negociar outros que já temos na casa. Por isso estamos participando das rodadas de negócios, como players, recebendo projetos de roteiristas, também fazendo reuniões com os players streamers, como Warner, Netflix e Amazon, para vender os nossos projetos para essas empresas.

São vários tipos de reuniões e vários focos dentro da própria produção da Elo. Estou acompanhada da Marina Moretti que é a produtora de desenvolvimento e estamos nos dividindo pois são várias reuniões. E é também muito legal porque tem muita gente buscando contato com a gente, querendo fazer reuniões, dizendo que ‘conheço a Elo, gosto da Elo, queria conhecer vocês’, pessoas que a gente nesses últimos dois anos passou falando só via ZOOM, agora chegam ‘vamos nos conhecer, só pra gente se ver pessoalmente’, então, está muito dinâmico, as agendas estão bem cheias e isso é muito bom!

A Elo também veio com a Carol Sganzerla, que é head de vendas que faz os licenciamentos da parte da distribuidora e a Barbara Sturm que é a head de conteúdo que faz a curadoria dos projetos que são da Elo Distribuidora. Então a Elo tem o braço de produção e distribuição.

 

2. QUAIS SÃO OS PLANOS DA ELO NO GERAL. QUAL O TIPO DE TRABALHO QUE POSSUEM COM MULHERES, PROFISSIONAIS, TEMÁTICAS FEMININAS?

PG: A gente não trabalha só com mulheres, muito pelo contrário. Predominantemente a Elo é uma empresa feminina, temos uma CEO mulher e todas as heads são mulheres, mas isso não é um pré-requisito. Queremos que a empresa seja diversa, que tenha diferentes pontos de vista, diferentes idades, raças, etnias, diferentes tudo, porque acho que essa diversidade de olhar agrega muito.

A gente trabalha com criatividade, com conteúdo, com tendência. Então quanto mais pessoas diferentes e diversas tiverem na empresa, ela será melhor. Isto é estatística e não sou eu quem está falando. A Elo tem crescido muito nos últimos anos e hoje a gente desenvolve projetos, produz, lança em cinemas e em diferentes plataformas, e vende no Brasil e algumas vezes internacionalmente. Dentro da produção, que é o meu departamento, estamos desenvolvendo diversos projetos de longas de ficção, com Telecine, Warner e Sony, além de uma série de animação com o Cartoon.

Sobre o trabalho com mulheres, temos o Selo Elas, que é um projeto incrível de consultoria para projetos de mulheres diretoras, e que desde de 2020 fizemos uma parceria com o Cabíria e o Telecine, para o Prêmio Selo Elas Cabíria Telecine, que este ano entra na sua 3ª edição.

A cada ano a gente faz o prêmio de uma forma diferente. Em 2020, selecionamos o projeto Avenida Beira Mar, da Maju de Paiva, que ganhou um contrato de coprodução com a Elo e Telecine, que também tem a Viralata como coprodutora e vamos filmar no 2º semestre; em 2021 o Freefty, da Adriana Calabró foi selecionado como um argumento de comédia para um prêmio de desenvolvimento de roteiro e este ano, o evento será presencial então teremos um workshop comigo, falando sobre produção, a Barbara Sturm, sobre distribuição e o Gabriel Cohen, do Telecine sobre o lado do player durante a produção e distribuição de um projeto. Avenida Beira Mar, foi selecionado para participar do workshop Produire Au Sud ano passado, em Nantes na França.

 

Leia o artigo aqui

 

Comments (0)

Leave a reply

Should you ever have a question, please dont hesitate to send a message or reach out on our social media.

Deixe uma resposta

More News
  • 27 set 2019
  • 0
Setembro foi um mês agitado para a Elo Company! Nossa CEO, Sabrina Nudeliman Wagon, foi até o Canadá participar do TIFF – Toronto International Film...
  • 13 nov 2019
  • 0
  Dedicado a potencializar a participação negra no audiovisual brasileiro, o Selo Black, coordenado por Gabriela Souza (foto), gerente de projetos e financiamento da Elo...
  • 22 fev 2021
  • 0
A Ponte de Bambu, do diretor Marcelo Machado, estreou nos cinemas no Brasil e agora está disponível nas plataformas digitais NOW, Vivo Play e Oi...
Translate »
%d blogueiros gostam disto: