fbpx
Filme Na Rédea Curta estreia nesta quinta-feira (1º) e põe foco nas famílias matriarcais negras com muito humor
  • 09
  • 12

Matéria publicada no Sociedade Online em 30 de novembro de 2022

FOTO: REPRODUÇÃO / ASSESSORIA
Uma mãe e um filho negros são os protagonistas do filme e, embora possa parecer algo comum, personagens com esse perfil dificilmente estão no centro das narrativas de filmes e produtos audiovisuais brasileiros. “Na Rédea Curta vai trazer as famílias negras para rirem com os dialetos e com tipos de situação mostradas no filme, que são circunstâncias universais, mas que do ponto de vista negro tomam outra proporção porque colocam a intimidade entre uma mãe e um filho pretos no centro da narrativa, o que é tão raro”, realça a diretora Glenda Nicácio.

A produção também coloca em evidência as tão numerosas, mas pouco reconhecidas, famílias matriarcais brasileiras, que são chefiadas por mulheres, onde são elas que têm um emprego estável e a palavra final. “Quando começamos a gravar e buscar as referências para os roteiros da websérie, percebi que só era abrir a porta da minha casa para encontrar muitos Júniors e muitas Mainhas. A minha família é matriarcal, a família de Sulivã também, a de meus vizinhos também e, embora essa questão seja pouco discutida, o que a gente vê é que as periferias, sobretudo a periferia baiana, que é onde moro, é formada por famílias matriarcais, mas, via de regra, isso não é disseminado nem tem uma representação”, comenta o roteirista e ator Thiago Almasy.

“Ver o ‘Na Rédea Curta’ nas telas de cinema, é exaltar a potência da periferia, da negritude e a força das nossas verdadeiras histórias. É uma comédia que fala bem da gente, sem depreciar a nossa imagem. Nós exaltamos a mulher negra, a mãe preta, através da construção de uma família diferente dos padrões que estão impostos na sociedade, com o humor leve do cotidiano”, realça Sulivã Bispo.

“O filme é muito gostoso porque ele é popular e muito sofisticado, partindo de um humor que chama todo mundo para conversar e dar risada, sem passar por cima de ninguém. É um humor atualizado, que dialoga com o Brasil que estamos vivendo hoje”, arremata Nicácio. Como os demais filmes assinados por ela e Ary Rosa através da produtora Rosza Filmes, a representatividade negra acontece na seleção do elenco e também na escolha da equipe envolvida na produção.

A distribuição de “Na Rédea Curta” é da Elo Studios e a produção da Rosza Filmes. No dia 1º, o longa-metragem chega em praças do Nordeste, como Bahia, Pernambuco e Ceará, além do eixo Rio-São Paulo. O roteiro mostra a dupla numa situação inédita, quando Júnior terá que descobrir como ser pai após saber da gravidez de sua namorada. Aos 20 anos, ele começa a recordar a infância sem a presença paterna e sente a necessidade de ir atrás dessa figura para tentar recuperar o tempo perdido. Mainha, superprotetora, se vê sem saída e decide acompanhar o filho em uma viagem para o interior do Recôncavo da Bahia, nas cidades de Cachoeira, São Félix e Muritiba.

De volta onde o romance do passado começou, Mainha terá que lidar não somente com as inquietudes e frustrações de Júnior, mas com diversas pessoas que vão reaparecer pelas ruas do Recôncavo. As gravações aconteceram em Salvador (Lapinha) e nas cidades de Cachoeira, São Félix e Muritiba. A comédia apresenta o melhor da dupla já conhecida, e conta com nomes como Zezé Motta e Jackson Costa em seu elenco, e participações especiais como a da jornalista e apresentadora do programa Rita Batista. O roteiro fica por conta de Ary Rosa, Camila Gregório, Glenda Nicácio, Sulivã Bispo, Thiago Almasy e Tidi Eglantine.

Em Salvador, Na Rédea Curta entra em cartaz no Cinépolis Bela Vista, Circuito Saladearte – Cine Paseo, Circuito Saladearte – Cinema do Museu, Cine Metha Glauber Rocha, Cinépolis Salvador Norte, Cine Imperial e Cinemark Salvador Shopping.

 

LEIA A MATÉRIA AQUI

Comments (0)

Leave a reply

Should you ever have a question, please dont hesitate to send a message or reach out on our social media.

Deixe uma resposta

More News
  • 10 dez 2021
  • 0
Vem aí a 22ª edição da Retrospectiva do Cinema Brasileiro, de 9 a 30 de dezembro, promovida pelo CineSesc e Sesc São Paulo. O festival...
  • 20 jan 2023
  • 0
Matéria publicada no Jornal 140 em 17 de janeiro de 2023 Dá Licença de Contar, dirigido por Pedro Serrano, começou as filmagens. Gustavo Machado, Paulo Miklos...
  • 21 ago 2019
  • 0
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Vou Nadar Até Você, longa-metragem que será lançado pela Elo Company, estreou no 47º Festival de Cinema de Gramado! O filme marca a estreia...
Translate »
%d blogueiros gostam disto: