fbpx
46ª MOSTRA REVELA OS 12 FILMES MAIS VOTADOS PELO PÚBLICO
  • 31
  • 10

Matéria publicada no Planeta Tela em 27 de outubro de 2022

 

Durante a primeira semana de programação, a Mostra Internacional de Cinema em São Paulo computa os votos do público dos filmes que participam do evento. As obras que integram a Competição Novos Diretores que foram mais bem votadas serão submetidas ao Júri (veja abaixo quem são os jurados), que avaliará e escolherá os longas vencedores do Troféu Bandeira Paulista — uma criação da artista plástica Tomie Ohtake— na categoria Melhor Filme. Os jurados também podem premiar obras em outras categorias.

Os vencedores serão anunciados no dia 02 de novembro, quarta-feira, durante a cerimônia de encerramento da 46ª Mostra, na Cinemateca Brasileira.

Na lista dos títulos mais votados, alguns ainda podem ser vistos nos cinemas, conforme indicação a seguir:

 

AFTERSUN, de Charlotte Wells  (Reino Unido e USA)
– 29/10, 19h15, Espaço Itaú -Frei Caneca 1 e 31/10, 21h30, Cinesesc –
Exibido na Semana da Crítica do Festival de Cannes e no Festival de Toronto

 

BELAS CRIATURAS (Berreymi), de Guðmundur Arnar Guðmundsson (Islândia, Dinamarca, Suécia, Holanda, República Tcheca)
– 28/10, 20h50, Cine Marquise 1 –
Exibido na seção Panorama do Festival de Berlim

 

BIOCENTRICOS, de Fernanda Heinz Figueiredo, Ataliba Benaim (Brasil)

 

DALVA, de Emmanuelle Nicot (Bélgica e França)
– 29/10, 16h40, Espaço Itaú -Frei Caneca 1 –
Exibido na Semana da Crítica do Festival de Cannes

 

HARKA, de Lotfy Nathan (França, Luxemburgo, Tunísia, Bélgica)
Prêmio de melhor atuação para Adam Bessa na seção Um Certo Olhar do Festival de Cannes

 

JOYLAND, de Saim Sadiq (Paquistão)
– 27/10, 14h, Espaço Itaú -Frei Caneca 1 –
Vencedor do Prêmio do Júri da seção Um Certo Olhar do Festival de Cannes

 

LA PARLE, de Fanny Boldini, Gabriela Boeri, Kevin Vanstaen, Simon Boulier (França e Brasil)
– 29/10, 16h30, Cineclube Cortina –

 

LUXEMBURGO LUXEMBURGO, de Antonio Lukich (Ucrânia)
– 31/10, 15h50, Espaço Itaú – Augusta 1 –
Exibido na seção Horizontes do Festival de Veneza e no Festival de Toronto

 

PLAN 75, de Chie Hayakawa (Japão, França, Filipinas, Catar)
– 31/10, 16h10, Espaço Itaú – Frei Caneca 1 e 01/11, 17h50, Cinesesc-
Menção especial do prêmio Camera d’Or no Festival de Cannes, na seção Um Certo Olhar. Exibido também nos festivais de Toronto e Karlovy Vary

 

SALGUEIROS CEGOS, MULHER DORMINDO (Saules Aveugles, Femme Endormie), de Pierre Földes (França, Canadá, Holanda, Luxemburgo)
– 30/10, 14h, Espaço Itaú – Frei Caneca 1 e 01/11, 19h10, Reserva Cultural 1-
Vencedor de uma menção honrosa do júri no Festival de Annecy. Exibido no Festival de Toronto

 

UM SAMURAI EM SÃO PAULO, de Débora Mamber Czeresnia (Brasil)

 

UÝRA – A RETOMADA DA FLORESTA, de Juliana Curi (Brasil e USA)
– 01/11, 14h, Cine Satyros Bijou –

 

 

Sobre o JÚRI da 46ª Mostra

 

Rodrigo Areias
Nasceu em Portugal em 1978. Estudou som e imagem na Universidade Católica Portuguesa e, mais tarde, especializou-se em realização na Escola de Artes Tisch da Universidade de Nova York, e fez os programas de produção Eurodoc e da Biennale College de Veneza. Produziu e coproduziu mais de 200 filmes, exibidos em festivais como Cannes, Berlim, Veneza, Roterdã e Locarno. Também foi responsável pela produção de cinema do evento Guimarães 2012 – Capital Europeia da Cultura. Dirigiu, entre outros, os longas-metragens Tebas (2007), Estrada de Palha (2012), 1960 (2013), Ornamento e Crime (2015), Hálito Azul (2018), Surdina (2019),Vencidos da Vida (2020) e A Arte da Memória (2021), todos exibidos na Mostra. Apresenta como produtor na 46a Mostra os filmes Objetos de Luz e Kinorama – Cinema Fora de Órbita.

 

Lina Chamie
Nasceu em São Paulo em 1961. Graduada em música e filosofia pela New York University, e mestre em música pela Manhattan School of Music. Trabalhou por mais de dez anos no departamento de cinema da NYU. Participou de importantes festivais como, Cannes, San Sebastián, Havana, Montreal, entre outros, onde conquistaram prêmios e reconhecimento nacional e internacional. Seu primeiro filme foi o curta-metragem Eu Sei Que Você Sabe (1995, 19ª Mostra). Realizou os longas: Tônica Dominante (2001), A Via Láctea (2007, 31ª Mostra), exibido na Semana da Crítica do Festival de Cannes; Santos 100 Anos de Futebol Arte (2012), São Silvestre (2013, 37aMostra), que recebeu o prêmio da Associação Paulista dos Críticos de Arte – APCA como Melhor Documentário; Os Amigos (2014, 37ª Mostra), Dorina: Olhar Para o Mundo (2016) e Santos de Todos os Gols (2019). Apresenta na 46a Mostra o filme Kobra Auto Retrato.

 

André Novais Oliveira
Nasceu em Minas Gerais em 1984. É diretor, produtor executivo e roteirista, além de sócio-fundador da Filmes de Plástico, produtora audiovisual de Contagem, criada em 2009. Graduado em história pela PUC-Minas e formado em cinema pela Escola Livre de Cinema de Belo Horizonte, faz pesquisas sobre história do cinema desde 2006. Em 2008, foi contemplado pela FAPEMIG com uma bolsa destinada a estudos sobre o cinema mineiro dos anos 60. Foi programador e curador da Sala Humberto Mauro em 2011. Dirigiu os curtas Fantasmas (2010), Domingo (2011), Pouco Mais de Um Mês (2013), premiado em festivais como Cannes e IndieLisboa e Quintal (2015). Realizou os longas-metragens Ela Volta na Quinta (2014, 38ª Mostra), vencedor do Prêmio Especial do Júri no Festival de Buenos Aires; e Temporada (2018, 42a Mostra), exibido no Festival de Locarno. É o produtor de Marte Um, indicado pelo Brasil ao Oscar® de Melhor Filme Internacional.

Comments (0)

Leave a reply

Should you ever have a question, please dont hesitate to send a message or reach out on our social media.

Deixe uma resposta

More News
  • 16 abr 2019
  • 0
Três títulos distribuídos pela Elo Company entraram no catálogo da Amazon Prime. Entre eles, Bubu e as Corujinhas com todos os 26 episódios da primeira...
  • 31 out 2022
  • 0
Matéria publicada no Planeta Tela em 27 de outubro de 2022   Durante a primeira semana de programação, a Mostra Internacional de Cinema em São Paulo computa...
  • 26 set 2022
  • 0
Matéria publicada em O Maringá no dia 20 de setembro de 2022 Secretaria de Cultura inicia o projeto ‘Lugares de Memória’ em Maringá.  Proposta é...
Translate »
%d blogueiros gostam disto: